Torre forte

reflexão1

“Torre forte é o nome do Senhor, à qual o justo se acolhe e está
seguro” (Provérbios 18:10).

Por que o nome do Senhor representa segurança? Diz a Bíblia:
“Invoca-⁠Me no dia da angústia; Eu te livrarei, e tu Me glorificarás”
(Sl 50:15). Quando, com fé, pronunciamos esse nome, todo o Céu se
coloca à nossa disposição. Ao invocarmos o nome do Senhor, estamos
dizendo que Deus é poderoso para nos socorrer e ajudar nos momentos
difíceis.

Certa vez presenciei uma acirrada discussão entre dois meninos. Tudo
começou devido a um simples desentendimento enquanto brincavam com
bolas de gude; depois de alguns minutos, partiram para ameaças
físicas. Quando o mais fraco percebeu que não se daria bem numa luta
corporal, correu para a porta de sua casa e gritou veementemente:
“Papai, papai!” Quando o pai apareceu, o menino recobrou o ânimo e
voltou a fazer ameaças ao seu companheiro.

Quando nos vemos em apuros, o nome de nosso Pai celeste é uma fonte de
conforto e segurança. Quando oramos em nome de Jesus, o inimigo foge.

No norte da África, morava um homem chamado Frederick Nolan, que era
cristão fiel. Ao estourar uma perseguição contra os cristãos, ele
fugiu para o deserto. Quando percebeu que os inimigos estavam em seu
encalço, procurou refúgio numa caverna. Do fundo dela, viu que uma
aranha, com habilidade e rapidez tecia uma teia, cobrindo toda a
entrada. Quando os perseguidores se aproximaram, decidiram entrar na
caverna, mas um deles disse: “Não precisamos entrar, porque há uma
teia de aranha recente, o que prova que ninguém entrou nesse lugar”.
Convencidos do argumento, foram embora.

Frederick Nolan, que ouviu toda a discussão lá do fundo, disse
posteriormente que aprendera uma grande lição. Ele afirmou: “Onde Deus
está, uma teia de aranha se transforma em muro. Onde Deus não está,
até um muro pode se transformar em teia de aranha”.

O Salmo 46 mostra que nosso Pai celeste é a nossa segurança. “Deus é
o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações.
Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se
abalem no seio dos mares; ainda que as águas tumultuem e espumejem e na
sua fúria os montes se estremeçam” (Sl 46:1-⁠3). Nada pode abalar os
que confiam no Senhor.

_ _

_Art’Trio, “Que segurança”_

Fonte NT…

ACAMP VERÃO 2017

Faça já sua inscrição!

acamp-verao-2017-p